Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Uma célula da mão...

Essa foi a primeira e a outra foi a última da série de palhacinha;
,





Esse cara me lembra um amigo meu...




Adoooooro Consuelo!!!













Todo mundo tem um desses quadros antigos, com um monte de fotos da sua cara!!! rsrsrsrs


Esse aqui é de um outro amigo... Marinho.

No estilo Tela... (stencil)












Adoro o colorido do cabelo dela, contrastando com o preto e branco do rosto... inspiração novata!! (só impressiona criança!!rsrsrsrsrsrsrs)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Violência (2000)

Um toque de realidade na antiga inocência...

Slava's snow show in Moscow

Um tempo pra fantasiar e brincar...

domingo, 11 de julho de 2010

Padam Padam



Me olhei no espelho e vi uma figura destorcida, quase não me reconheço; Gregorio me disse que sairia após o café da manha, mas quase não escutei o que dizia, continuei me olhando e me questionando, onde eu estava atras daquela figura.


Depois de queimar uma diaba, desenhei proximo a janela, e lá embaixo estava Gregório Ternura, o poeta mais escroto com quem dividia minha casa, meu corpo e alguns pensamento. Um vadio, não me importava mais com quem ele andava, se era minha vizinha ou uma desconhecida. Meu cigarro queimava devagar e então, voltei a Maracaibo, para uma rápida visita; mas desta vez tudo tinha dado certo, eu não havia matado ninguém, nem me envolvido, nem me drogado ou mentido, manipulado, convencido... apenas caminhei, e tudo estava bem. Essa visita me fez pensar que sou um lixo... e Maracaibo foi minha lixeira.


Mais uma vez no meu limite, algo dentro de mim que incomoda; ainda mesmo quando o resto era silencio, aquela sensação me incomodava;

Ele passou mais uma noite aqui, era a terceira vez naquela semana... não conseguia saber se aquilo me incomodava a nível de privacidade, ou me alegrava a nível de companhia. Ele tinha esse poder, despertava confusão nos meus sentimentos; e não saber me governar, era algo que não me agradava nem um pouco. Eu acordava pela manha, ele estava no banheiro; eu estava na cozinha, ele sentado à cama; eu estou no banheiro e ele preparando uma lista do que preciso. Ele fazia o mesmo pela Ginger, e só fazia pelos que mais apreciava. Ele a conheceu, a Ginger, a minha Ginger, e curtia sua companhia... todos nós.
Ele ia e voltava em grandes intervalos, isso é verdade, mas quando voltava demorava a ir... eu poderia voltar do trabalho e no elevador apostar comigo mesma, ele está ou não está? Se estivesse, tocaria Padam Padam no violão, mas senão, a sensação de vazio, demorava a se ir... até que chegasse...



Espelho

Espelho
em contato com o interior